Roupas Brancas

A pedido de meu preto velho, vou falar um pouco sobre a indumentária umbandista.

É sabido por todos que a nossa indumentária básica e tradicional é a roupa branca, as peças que a compõem variam um pouco de casa para casa, principalmente a indumentária feminina, pois em algumas casas se usa saia, em outras não.

Muitos sabem somente que o traje que devemos usar é branco e ponto, nem imagina o porque disso.

Bem eu sabia que se usa o branco por ser uma cor de Pai Oxalá, mas ele me explicou que tem mais alguns porquês.

Bem além do branco ser a cor de Oxalá, é a cor que melhor representa a paz e a fé, reflete as 7 cores do arco-íris que representa as Sete Linhas Sagradas deUmbanda.

E uma das principais razões de se adotar o branco dentro dos terreiros é a questão da igualdade e humildade entre todos na corrente, onde nenhum é melhor que o outro, pode sim haver mais responsabilidades para alguns porém mais importância não.

Devemos tratar nossas roupas de santo com todo cuidado e respeito mantendo-as sempre limpas, bem conservadas e passadas, inclusive devem ser lavadas em separado das demais roupas da casa afim de não se misturar as energias.

Alguns terreiros tem normas rígidas quando ao uniforme, é claro que a devemos sempre zelar pela higiene e boa apresentação, mas já vi casos em que por estar com a roupa levemente amassada da viagem alguns dirigentes chamarem a atenção de seus filhos.

Não podemos esquecer que nas grandes metrópoles como São Paulo, é quase impossível não se pegar um coletivo lotado, e a grande maioria dos médiuns vão direto do trabalho para os trabalhos nos terreiros, assim invariávelmente as roupas se amassarão um pouco, mas nada de muito grave.

Por isso é importante termos pelo menos 2 conjuntos de roupas para podermos revesar, levando-se em conta a quantidade de trabalhos que são realizados na casa semanalmente, pois assim enquanto um conjunto seca no varal o outro está passado e pronto para o uso.

Por fim deixo uma frase que meu preto velho costuma sempre falar para mim:

"De nada adianta os filhos de roupa branca tão branca quanto as nuvens do céu, as toalhas de pemba muito bem engomadas, os filás branquinhos, branquinhos bem ajeitados no Ori se a alma tá suja".
Pai Guiné
Fica então a reflexão.

Um abraço fraterno

Daniel

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda