As quartinhas na Umbanda

Queridos irmãos que acompanham meu blog,

Hoje quero falar um pouco sobre o que aprendi sobre o uso litúrgico das quartinhas no ritual umbandista. Quem nunca entrou em uma loja de artigos religiosos e se deparou com prateleiras imensas com diversas peças de barro cru ou envernizado e porcelana brancas e coloridas, com ou sem asas?

Tanto na Umbanda como no Candomblé as quartinhas são amplamente usadas dentro dos ritos religiosos que compõem os costumes de cada casa. Servem para assentar ou firmar Orixás ou Guias de Trabalho conforme a necessidade da casa ou do médium que realiza o ato religioso.

De acordo com o que aprendi um dos fundamentos que está por trás das quartinhas é o seu formato que se repararmos bem se assemelha ao do útero materno, onde se aloja a o embrião para seu desenvolvimento após a concepção.

Quando assentamos ou firmamos uma força divina (Orixás) ou um guia de luz em uma quartinha estamos oferecendo a eles condições para desenvolverem seu trabalho ou suas forças e assim irradiem pra nós tudo de bom que possam oferecer de bom de acordo com nosso merecimento.

Quanto a forma de fazer ou que tipo usar cada casa tem um fundamento, cada dirigente aprendeu de um jeito eu por ter passado por algumas casas ao longo de minha trajetória espiritual aprendi de duas formas.

Uma delas é que independente se firmeza ou assentamento para Orixás ou guias masculinos usamos a quartinha sem asa e para Orixás e guias femininos quartinhas com asas.

A segunda é que se for um assentamento a quartinha deverá sempre ser sem asas, independentemente de  serem masculinas ou femininas.

Alguns terreiros tem como fundamento fazer a quartinha do anjo da guarda de todos os filhos e mantê-las sob os cuidados do dirigente especial em um cômodo do terreiro destinado para esse trato. Nessas quartinhas entre outros elementos vão um pouco de cabelo retirado do topo do ori (cabeça) em ritual específico.

Infelizmente nem todos os dirigentes sabem e/ou conseguem seprar o pessoal do religioso e quanto um filho de santo se torna um desafeto ou um ex-filho de santo este é atacado por aquele que se dizia ser seu "pai de santo" enquanto frequentava seu terreiro.

Felizmente a espiritualidade é muito grande e quando somos vítmas desse tipo de gente somos direcionados para uma casa onde o dirigente com o auxilio dos Orixás e dos Guias de Luz de Aruanda desfazem todo mal e rompem as ligações entre médium e quartinhas.

Vale lembrar que sempre que se prepara uma quartinha é preciso cuidar dessas quartinhas dependendo dos elementos que vão dentro delas estes podem apodrecer, mofar, embolorar, pegar formiga, dependendo do caso até baratas conseguem entrar dentro das quartinhas e acabam se afogando no(s) líquido(s) dentro dela.

O Irmão Sacerdote, Dirigente Espiritual e Mago Rubens Saraceni publicono no Jornal de Umbanda Sagrada uma materia muito interessante sobre como quebrar atuações negativas feitas com quartinhas. Quem se interessar pelo assunto vale a pena dar uma lida. 

Espero ter ajudado.

Abraço fraterno.

D A N I E L


Comentários

Anônimo disse…
Interessante este texto. Eu, por exemplo, e pessoas da minha família que fomos iniciados em uma casa, tivemos que abandonar aquele lugar devido às más práticas, e os assentamentos de cada um de nós ficou lá. Estamos cuidando de nossa espiritualidade numa outra casa, com pessoas que estão nos apoiando. Mas penso seriamente em fazer os assentamentos de orixá novamente depois de mais de 08 anos.
Axé!
Anônimo disse…
Alem do cabelo, tenho informação de que na quartinha pode conter a ota do Orixa e um obi. Isso pode ser confirmado??
paidanieldexango disse…
Irmão Maximiliano Soares,

Os elementos que vão dentro da quartinha do Orixá podem variar muito de casa para casa.

Porém os elementos que você cita em seu comentário podem sim fazer parte dos elementos de uma quartinha de Orixá.

Converse com seu Pai ou Zelador, não sei como chamam em seu axé, ele certamente irá lhe explicar o que for possível te explicar no momento.

Na Umbanda as informações nos são passadas à medida em que estamos devidamente preparados para isso.
Unknown disse…
Olá !!!! Tenho uma dúvida fiz uma entrega pra minha Iansã e trouxe a quartilha pra minha casa dentro dela não a nada, gostaria de saber se posso deixar em cima do meu armário de cozinha junto com a vela que ascendo
Thiago disse…
Muito bom isso, complementando o que o companheiro aí de cima comentou, acho que se queremos informações não devemos esperar decidirem se merecemos ou não recebe-las,vale estudar,buscar os fundamentos e ensinamentos e com eles somar pra religião de umbanda, apenas tendo muito cuidado com onde adquirir seu conhecimentos! Axé
Unknown disse…
Como faço para despachar uma cortinha e de oxum com Oxóssi
paidanieldexango disse…
Respondendo ao comentário:

"Olá !!!! Tenho uma dúvida fiz uma entrega pra minha Iansã e trouxe a quartilha pra minha casa dentro dela não a nada, gostaria de saber se posso deixar em cima do meu armário de cozinha junto com a vela que ascendo"

Pode sim, mas mantenha sua quartinha sempre com água filtrada ou mineral.
paidanieldexango disse…
Respondendo ao comentário:

"Como faço para despachar uma cortinha e de oxum com Oxóssi"

Você pode entregar a quartinha numa cachoeira, mas seria interessante você procurar seu zelador e perguntar como você deve fazer isso.

Como não sei por que você deseja despachar a quartinha fica difícil ajudar.

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

O Alguidar na Umbanda