Quem é Exu???


Meu objetivo com esse Blog não é somente falar sobre religião e espiritualidade, meu objetivo primordial é informar e dismistificar certos conceitos e preconceitos sobre a Umbanda.
E Exu e Pomba Gira são alvo desse preconceito e polêmica e hoje quero, ao menos tentar desfazer essa impressão ruim sobre eles.
Para entendermos Exu precisamos entender sua importância no Candomblé.
Dentro do Candomblé, nos que mantém sua raiz, Exu é cultuado como Orixá e não como falange de trabalhos como é na Umbanda.
Quando no Candomblé em tudo que se vai fazer Exu sempre é oferendado pedindo para que tudo corra bem e que ele protega o Ylê.
Exu enquanto Orixá no Candomblé é considerado o mensageiro divino entre o Orum (Céu) e o Ayê (Terra) e acredita-se sem ele não haver comunicação entre os dois reinos.
Essa é a imagem de Exu dentro o Candomblé, entretanto os Católicos criaram ao redor de Exu uma aura completamente negativa e ruim associando-o ao Diabo, como sendo um ente diabólico que tem no mal sua fonte de prazer e satisfação pessoal.
Foram eles que institucionalizaram a imagem de Exu com chifres, pele vermelha, rabo, pés de bode.
Até o momento temos duas formas de se ver Exu, agora quero falar de Exu dentro do culto umbandista.
E interessante o quanto é ambígua a figura de Exu e Pomba Gira no culto umbandista.
São tratados com todo respeito e cerimônia, por vezes até temidos, entretando as giras de esquerda nos terreiros, em geral são as que mais se tem pessoas sentadas na assistência e muitas vezes com pessoas em pé aguardando sua vez de serem atendidas.
O tratamento que algumas casas dão a Exu me intriga, algumas casas não permitem que a assistência se consulte com Exu por considerar que ele não tenha consciência e evolução para tal.
Mas se a entidade que está manifestada em seu médium no terreiro recebeu permissão para tal é porque atingiu um nivel de evolução que a capacita para esse trabalho, outras tantas nem cogitam o trabalho com Exu.
Longe de querer criticar o trabalho ou a doutrina de qualquer casa, estou somente indicando como algumas casas pensam sobre o assunto, cada casa tem seus dirigentes e guias chefes que devem ser respeitados como tal.
Voltando a figura de Exu na Umbanda, não podemos esquecer de Pomba Gira, Exu Mirim e Pomba Gira Mirim.
Eles são os responsáveis pelo bom andamento e segurança de nossas giras, não fossem eles fazendo a nossa "segurança espiritual" todo trabalho ou toda vez que há alguma atividade espiritual no terreiro, estaríamos expostos a toda sorte de ataques desde zombeteiros querendo atrapalhar até eguns e kiumbas com objetivos de fazer o mal.
Por isso sempre próximos a porteira do lado esquerdo, qdo possível, temos os assentamentos de nossos Guardiões e Guardiãs de esquerda, que zelam por nós.
Se você meu irmão que está iniciando na gira pensa que eles só se fazem presentes nos casos que citei anteriormente, está enganado, pois mesmo durante as giras de Caboclos, Pretos Velhos, etc eles estão sempre de prontidão para ajuda-los indo buscar obssessores, ou fazer algum trabalho sob o comando da linha em terra, sem isso muitas vezes, o "primeiro socorro" não seria totalmente efetuado.
Hahahahahahaha mas eles não tem só o papel de "polícia" eles também são grandes agentes Kármicos, a serviçõ da Lei e Justiça divinas, aplicando suas sentenças a quem declaram culpadas.
Em geral boa parte das atuações de Exu e Pomba Gira podem ser desativadas durante as giras ou através de oferendas, já as atuações que estão ocorrendo por determinação da Lei Maior e Justiça Divinas estas difícilmente poderão ser paradas, a menos que o autuado já tenha passado o que tinha que ter passado e se assim for entendido.
Como diz num ponto cantado ao Sr. Exu Tiriri, ...com o seu punhal ele corta demanda, ele cura ele fura... Exu pode sim realizar curas, porque não?
Acredito que com o que falei até o momento já é possível se entender um pouco o trabalho e como Exu e Pomba Gira atuam.
Suas gargalhadas expandem no ar a vitalidade e o vigor e nas suas baforadas de charutos ou cigarrilhas espantam o mal.
Exu sempre encontra um caminho para chegar ao nosso âmago mais profundo para nos trazer a realidade e realizar assim um trabalho de concientização de nós para com nós mesmos.
Manipulam elementos como o charuto e a cigarrilha, pois o tabaco usado como erva de poder tem um grande poder de limpeza, portanto o que muitos pensam que é saciar o vício da entidade, está errado, é um grande trabalho de limpeza e energização.
O álcool da bebida tem a mesma função de limpeza quando por vezes cruzam os consulentes com a bebida, bem como regula o magnetismo do médium com o da entidade, assim novamente é um trabalho que é realizado com esse elemento e não uma satisfação de necessidades pessoais da entidade.
Na Umbanda não se imola nenhum animal para Exu, entretando nos cultos em que há grande influência do Candomblé existe a imolação.
Oportunamente pretendo falar um pouco mais sobre Exu, Pomba Gira, Exu Mirim e Pomba Gira Mirim.

Um abraço fraterno.

Daniel

Comentários

Lucas Strey disse…
Ola Daniel!

Concordo com tudo que expos no teu blog, contudo essa também é a visão da UMBANDA. A Umbanda cultua exu como o Oitavo orix ou orixá tel´´urico, responsável pelas movimentções de energia a níve da materia, nascimento e morte, ele esta presente no começo e fim dos ciclos.

Não sei se já conhece, mas indico o livro "exu o grande arcano" Editora Icone, F. Rivas Neto, ele ja esta esgotado a muito tempo mas vc deve encontrar em cebos ou com estudiosos do assunto, vale a pena.


Abração e parabéns pelo blog,


Convido a conhecer meu blog também.


www.lucastrey.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda