Umbanda e a Eco Responsabilidade

Tempos atrás escrevi dois artigos que acredito, nos dias de hoje, sejam muito importantes. Um deles fala sobre a importância de o Umbandista desenvolver sua consciência ecológiga e outro sobre o reflorestamento.

Nós como Umbandistas e cidadãos temos o dever de zelar pelo meio ambiente bem como pela cidade em que vivemos, principalmente no que se refere ao lixo que produzimos seja em nossas residências ou em nossos Templos, Terreiros, Axés, Ylês, Abaças, como queiram chamar.

De uns dez anos para cá, talvez até mais, a correria em que vivemos aumentou assombrosamente e perdemos a noção de muitas coisas. Esse fim de semana estive reparando na imensa quantidade de lixo que produzimos em casa.

Com as comodidades da vida moderna nós passamos a consumir com o passar do tempo cada vez mais produtos descartáveis por exemplo, garrafas pet, embalagens de isopor, um sem número de sacos plásticos, em especial os de supermercado. Quantas pessoas quando vão às compras não pegam mais sacolas que realmente necessitam, só para acondicionar o lixo doméstico?

Agora pensando em nossas vidas religiosas se pararmos para pensar também produzimos muito lixo. É prática comum de todo Umbandista acender suas velas de 7 dias ou "palito" em suas firmezas, não é verdade?

Pois então por inúmeras razões nossas velas derretem de forma irregular deixando os restos de parafina no pires ou castiçal, que popularmente chamamos de borra e simplesmente a maioria de nós joga no lixo doméstico. Não podemos esquecer que a parafina que é utilizada na fabricação da maior parte das velas à venda no mercado é feita a partir do petróleo, portanto não bio degradável, o que gera poluição ao meio ambiente.

Você, irmão de fé e de sina, já havia parado para pensar nisso?

E em nossas oferendas é tão comum levarmos copos plásticos para colocar a cerveja de Ogum, o Champanhe de Yemanjá, o marafo de Exu, copos esses que em geral ficam no local da oferenda, sem falar os panos para forrar a mesa, entre outros materiais que não são bio degradáveis.

Pode até parecer heresia, mas parei para conversar com sacerdotes com mais tempo de santo que eu, e depois de algum tempo de discussão, chegamos ao consenso que depois de um tempo, após a consagração a oferenda vira lixo.

Assim devemos esperar um tempo, que os próprios guias podem orientar, decorrido esse tempo, podemos recolher o que não puder ser consumido pelos animais da mata, por exemplo, e o restante jogar no lixo.

Querendo ou não nós nos dias de gira somos formadores de opinião, se implantarmos em nossos terreiros um projeto de coleta seletiva de lixo e reciclagem do óleo de cozinha usado, pouco a pouco nossos assistentes passarão a participar levando seu lixo reciclado e seu óleo de cozinha.

O óleo de cozinha usado pode facilmente ser transformado em sabão para utilizarmos em nossas pias para lavar louça, segue a receita:

INGREDIENTES:
4 L de óleo comestível usado
2 L de água
1/2 copo de sabão em pó
1 Kg de soda cáustica (NaOH)
5 mL de essência aromatizante (facultativo)
INSTRUÇÕES:
Dissolver o sabão em pó em 1/2 L de água quente
Dissolver a soda cáustica em 1 e ½ L de água quente
Adicionar lentamente as duas soluções ao óleo
Mexer por 20 minutos
Adicionar a essência aromatizante
Despejar em formas
Desenformar no dia seguinte
Sabão em barra caseiro – 1
Ingredientes e preparo
2 kg de soda cáustica Yara (ou outra marca) –
2 litros óleo (usado);
2 litros de água quente;
Pinho sol (metade do pequeno).
Preparo:
Coloque a soda e despeje a água quente, vá mexendo até dissolver a soda; coloque o óleo, mexa bastante (muito), pode descansar um pouco (se quiser) e, por último, coloque o pinho sol.
Deixar em ponto de gelatina. Daí, despeje numa caixa de papelão forrada com um plástico firme, grosso, levantando-o até as bordas da caixa, prendendo-o com prendedor de roupas.
Depois que firmar a consistência, corte as barras de sabão no mesmo dia.
Dica: A altura do sabão, dentro da caixa de papelão é em torno de 5 a 6 cm.
Sabão em barra caseiro – 2
Ingredientes:
1/2 kg de soda cáustica
1 litro de água;
3 litros de óleo de cozinha (usado e já saturado em frituras);
2 litros de álcool (de posto de gasolina).
Preparo:
Ferva 1 litro de água.
Simultaneamente, esquente bem 3 litros de óleo.
Coloque a soda cáustica na água fervendo, dentro de um balde de plástico e, imediatamente,
Retire o óleo do fogo e despeje por cima.
Em seguida coloque o álcool.
Mexa (com um pedaço de pau) durante 15 minutos.
Despeje numa caixa de papelão forrada com sacolas de plástico, vire as borda delas um pouco para cima.
Observação: A altura do sabão, dentro da caixa de papelão é em torno de 5 a 6 cm. Dica: Fazendo o sabão na lua nova, ele ficará melhor.
Sabão em barra caseiro – 3
Ingredientes e Preparo:
4 litros de óleo –
1 kg de soda caustica diluída em:
1 litro de água fervendo (Obs: Fora do fogo).
Preparo:
Misturar e bater todos os ingredientes até o ponto.
Colocar dentro de caixa de papelão, em altura de uns 5 cm.
Dica: Fazer na lua nova.
Ficam então as dicas e reflexões.
Abraço fraterno.
D A N I E L






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda