O Alguidar na Umbanda


Salve, salve, Galerinha do bem!!!

Tenho certeza que todo umbandista desde o seu primeiro dia como membro de um terreiro já ouviu alguém pedir para pegar um alguidar ou já viu em sua lista de material para obrigação, camarinha ou algum outro fundamento religioso esse item.

A Umbanda por ser uma religião de matriz africana com influências da raiz indígena tem na prática ofertória, ou seja, de fazer oferendas, ofertas, uma de suas formas de se harmonizar com as forças divinas seja para pedir bênçãos ou para agradecer algo recebido. Sendo assim preparar oferendas faz parte do aprendizado no início da caminhada espiritual de qualquer filho de santo.

Cada Orixá vai receber suas comidas em pratos específicos que podem ser gamelas, pratos de barro, pratos de louça, tigelas de barro, tigelas de louça, ou em alguidares propriamente dito.

O alguidar, ou alguidá, é uma espécie de prato feito de barro cozido com formato que se assemelha a um funil sem o "gargalo" essa foi a analogia mais simples que encontrei para descrever este utensílio tão comum na cozinha de santo. O mais correto seria dizer que se assemelha à base de um cone.

São comercializados de duas formas cru ou envernizados. Normalmente se utiliza alguidares envernizados para entregas e atos relacionados às pombogiras.

Os tamanhos dos alguidares vão do 0000 ao 8, sendo o de número 8 de 40 de diâmetro. Geralmente não custam caro em São Paulo é possível encontrar o tamanho 0000 a R$1,10 mais ou menos. Vale uma pesquisa antes de comprar, pois muitas vezes nossa lista de material é grande e compensa gastar um pouco a sola do sapato em busca de bons preços.

Bom galerinha do bem. Era isso o que eu tinha para dizer hoje.


Meu abraço fraterno

Pai Daniel
O Japa Umbandista



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda