Pai Oxumarê

Prezados irmãos blogueiros,

Pouco tempo atrás uma irmã me procurou para tirar algumas dúvidas sobre Pai Oxumarê, pois alguém disse coisas a ela que mais confundiram do que ajudaram.

Antes de mais nada é preciso entender que Orixá é uma Divindade, Força Viva e Divina de nosso Pai Criador e não um ser que tem sentimentos mortais, como nós.

Digo isso porque Pai Oxumarê é, na minha opinião, um dos Orixás mais injustiçados, pois muitos dizem que todo homem que é filho de Oxumarê tende a ser gay.

Atribuem a ele essa "culpa" pelo fato de Pai Oxumarê ser um Orixá Andrógino, que segundo as Lendas do Culto de Nação ele passa metade do ano como Arco-Íris, em sua fase masculina e seis meses como cobra, em sua fase feminina.

Mas irmãos, pensem!!!

Existem gays filhos de todos os Orixás, eu mesmo, sou gay, e sou filho de Oxossi, assim como eu existem filhos de Ogum, de Xangô, de Oxalá, de Obaluayê, de Omulú e de Oxumarê, inclusive, assim sendo fica evidente que a sexualidade de uma pessoa não será definida pela filiação com o Orixá, é algo íntimo e pessoal de cada indivíduo.

Também foi dito a essa irmã que existe um dia certo para se oferendar Pai Oxumarê e que se Pai Orixá fosse oferendado no dia errado isso poderia ser muito perigoso.

É fato que tem um dia na semana que é consagrado a esse Pai Orixá, é o dia em que sua vibração é mais forte, assim como é com qualquer outro Orixá, mas fazer fora desse dia não torna a oferenda mais ou menos perigosa.

O principal elemento de uma oferenda é a fé que o médium deposita nela no momento em que a realiza. A todo momento os guias no terreiro nos dizem que mais vale uma vela ofertada com fé do que uma mesa cheia de elementos ofertada de qualquer jeito e sem fé.

Pai Oxumarê é um Orixá maravilhoso, atua com Mãe Oxum na linha do amor. Sempre que precisar renovar algum sentido em sua vida faça uma prece a Pai Oxumarê e com certeza você receberá sua orientação.

Um abraço fraterno.

D A N I E


Comentários

Anônimo disse…
Parabéns.
Também sou filho de orixá e portanto um irmão de religião.
As pessoas ainda precisam entender muito sobre as raízes e costumes desse povo tão esquecido e entender acima de tudo que estamos no mesmo caminho.

Odé Koke, Oke Arô "Okê"
Anônimo disse…
Parabéns! gostei me esclareceu muito pois tem muita gente preconceituosa no mundo mesmo dentro do Santo! axé sou de oxossi tb. com uito orgulho!

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda