Comida dos Orixás

Prezados irmãos hoje venho falar de um assunto que causa muita polêmica entre alguns umbandistas que é o costume de se oferendar comidas para os Orixás.

É comum a todo Umbandista o hábito de se oferendar seus Orixás em geral a grande maioria usa flores, velas e frutas, bebidas no mais é que varia. Alguns às suas oferendas acrescentam fitas, pembas, pós, charutos, cigarros diversos, cigarrilhas, tecidos, e chegamos ao objeto desse artigo que são as comidas de santo, mas além desses itens ainda podem ser inclusos, muitos outros, conforme a orientação do sacerdote ou dos guias.

Já ouvi algumas discussões acaloradas quanto ao fato de se oferendar comidas para divindades em um país em que boa parte da população passa fome e frio.

Oras mas se o problema é oferendar comida, frutas também são comidas, então qual o problema de se fazer um acarajé para Yansã ou um amalá para Xangô?

Penso que em dias de festa esses alimentos podem ser abençoados pelos guias e Orixás e depois compartilhados entre todos os filhos de fé tanto da corrente como da assistência, para receber essa força viva dos Orixás.

Assim sendo voltarei a falar um pouco dos Orixás que cultuo, trazendo algumas informações importante sobre a atuação desses Orixás, a forma como os oferendo e pelo menos uma receita de uma comida oferendada a esses Orixás.

Um forte e fraterno abraço.

D A N I E L



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda