Mensagem do Sr. Boiadeiro do Sertão

Este boiadeiro é citado em um livro que eu estava lendo no dia em que canalizei a mensagem que compartilharei com vocês queridos irmãos e irmãs em Oxalá.
Esta mensagem foi canalizada em 27/07/2009 as 01:53 da manhã quando eu finalizei a leitura de um livro que estava lendo e me preparava para dormir, quando senti a presença amiga dessa entidade.
Eis a mensagem:

Em primeiro lugar o meu saravá fraterno a todos esse irmãos e irmãs que ouvem esse boiadeiro.

Esse homem simples, de mãos calejadas, rosto queimado pelo sol, de palavras simples.

O que tenho a dizer hoje a todos vocês é sobre a grandiosidade do perdão e a benevolência da espiritualidade.

Quantos de vocês não passaram por uma obssessão?

Quantos de vocês ainda irão passar e tornar a passar por esse processo?

Alguns processos obssessivos conforme a leitura que você (eu) fez tem sua origem no passado decorrentes de dívidas com nossos algozes, que por se acharem no direito buscam fazer justiça com as próprias mãos.

Nessa roda encarnatória alguns recebem as benesses da reencarnação, e o Pai Olorum em sua magnífica sabedoria conferiu à Mãe Nanã a responsabilidade de colocar o véu do passado sobre a memória reencarnatória.

Assim torna-se possível colocar "vítma" e "algoz" debaixo de um mesmo teto a fim de se saudar as dívidas do passaso.

Ah meus filhos, muito se tem a estudar e entender a respeito dos processos de obssessão.

Mas tenham a certeza que o perdão, a fé, e o amor em todos os casos são os remédios mais eficazes.

Fica então meu abraço fraterno cheio de carinho e respeito e minha saudação.

Ehhhhh!!! Booooooi!!!!

Boiadeiro do Sertão
Canalizado por Daniel

Comentários

Unknown disse…
é dificil perdoar alguem que nos quer mal.. mas é o unico caminho pra ter paz consigo. Poucas mas sabias palavras... bjos

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda