Qual a melhor oferenda?


Salve, salve, galerinha do bem!!!

Sei que estou em falta com o blog, mas sabem como é... vida de professor não é fácil... mas vamos lá, hoje aproveitei que estou sentado ao computador para preparar algumas provas, trabalhos e atividades para meus alunos e resolvi fazer uma pausa para escrever para vocês.

Depois que iniciei minha caminhada espiritual e até mesmo minha carreira docente cheguei a conclusão de que se aprende muito mais por exemplos do que através de postulados complexos e rebuscados, que mais nos confundem do que instruem. Então vamos lá!!!

Acredito que tanto para mim como para vocês a situação financeira do país encontra-se muito complicada, o dinheiro já não rende como deveria e chegamos ao fim do mês no vermelho. Esses dias estava pensativo, preocupado com minha situação financeira então, muito bravo pedi a meu Exu que me ensinasse algum trabalho que pudesse me ajudar a resolver esse problema. Ele debochado como sempre riu e nada disse... depois de um longo silêncio ele disse:

"Para que quer uma receita para algo tão simples de resolver? Oras trabalhe!"

Fiquei profundamente chateado e contrariado com o deboche dele, quase faltei com o respeito, mas me lembrei que Exu ensina brincando e brinca ensinando e deixei estar... agora há pouco estava sozinho na sala de casa preparando minhas aulas e me lembrei de um texto que li em algum lugar, do qual não me recordo a autoria. Não me recordo do texto com riqueza de detalhes, mas em sua essência era uma receita de alguma coisa relacionada a fé.

Me lembrei também que certa vez meu Preto Velho me deixou um recado, através do cambone que o auxiliou em uma linda festa de pretos velhos, que dizia:

"Fio, não há feitiço, não há trabalho, mais poderoso do que a prece daquele que crê e pede com fé! Pode se alcançar muitas graças com um bom ebó, mas se faz milagres com uma velinha branca acesa aos pés do Orixá acompanhada de uma prece sincera com muita fé"

Hoje se me perguntam: qual é a receita para a prosperidade? Eu respondo:

1 punhado de determinação;
2 punhados de coragem;
1 pacote de trabalho;
3 punhados de alegria;
5 punhados de boa vontade;
3 pacotes grande de fé.
1 vela

Junte tudo isso dentro do seu coração; ajoelhe-se, acenda a vela e ofereça à Deus, seu Orixá, seu guia, a quem você tiver muita fé e faça a oração, mais verdadeira, mais sincera, e coloque sua vida nas mãos dessa força maior e acredite que tudo vai dar certo e no tempo certo tudo se resolverá!!!

Essa é minha mensagem para hoje!!!

Um abraço fraterno.


Pai Daniel 
O Japa Umbandista


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda