Marinheiros na Umbanda

Saravá, irmãos Blogueiros,

A pedido do Sr. Marinheiro que trabalha comigo há 14 anos estou escrevendo este artigo que tratará desta linha de trabalhos que as vezes fica limitada a trabalhar uma única vez no ano, em geral nos festejos de Mãe Yemanjá, no final do ano.

Em geral a primeira impressão que nossos assistidos tem desses queridos guias de trabalho é a de que se tratam de homens do mar embriagados por conta de sua manifestação pendendo para frente e para trás.

Está é uma visão equivocada, essa "falta de equilíbrio" para sustentar o corpo se deve ao magnetismo aquático do mar, seu ponto de forças, se manifestam de forma "atabalhoada" para frente e para trás como se ainda estivessem no convés de um navio em alto mar, numa noite de tempestade.

É comum pedirem uma dose de rum, martini ou cerveja clara para que através da energia da bebida harmonizem suas vibrações com as de seu médium incorporante para assim minimizar essa oscilação para frente e para trás.

Por ter seu ponto de forças no mar e geralmente serem lembrados nos festejos à Mãe Yemanjá fica claro que é essa amada Mãe Orixá que rege essa linha. A linha de Marinheiros é uma linha de trabalho de muita força e luz. Gostam de atuar aconselhando as pessoas e também na limpeza de seus campos áuricos e espirituais com o mágnetismo salino do mar.

Atuam também com desobsessões e na anulação de trabalhos também. Costumam ser alegres e muito francos em seus trabalhos. Costumam pedir cigarros de palha, velas brancas, azul claro, 1/2 branca 1/2 azul claro, rum, martini, ou ceveja clara, porém cada entidade é uma entidade e não há uma receita de bolo pra isso.

Espero que a partir desse pequeno artigo sobre essa grandiosa linha de trabalho, se quebrem velhos paradigmas em relação aos nossos queridos Marinheiros e eles possam encontrar mais campo de trabalho nas searas Umbandistas.

Meu abraço fraterno a todos.

D A N I E L

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua Grande? Lua Pequena?Uma Lua? Ai meu Deus, qual a diferença???

As quartinhas na Umbanda

O Alguidar na Umbanda